CODA
No Ritmo do Coração

CODA - No ritmo do coração

Falamos dele antes do Oscar e não é que ele levou!

O filme quentinho no coração da vez é 😊No Ritmo do Coração 🥰 Disponível no Prime Vídeo.
Ele também está em cartaz em alguns cinemas.

O filme conta a história de Ruby, a única ouvinte na sua família. Ruby ajuda o pai e o irmão como intérprete. A família vive em uma cidade pequena e que não sabe lidar muito bem com as diferenças. Ruby tem o desejo de estudar música em uma faculdade fora da cidade e para isso deve decidir se segue ajudando sua família ou corre atrás do seu sonho.

Com uma boa dose de humor. No Ritmo do Coração é uma refilmagem de A Família Bélier, filme francês de 2014, que na época recebeu críticas por colocar atores ouvintes para interpretar os personagens surdos. Nessa nova versão os personagens são interpretados por atores surdos, o que traz mais representatividade. Troy Kotsur, ator que interpreta o pai de Ruby, está indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. E a atriz Marlee Matlin foi a primeira (e única) atriz surda a ganhar um Oscar de Melhor Atriz em 1987 por Os Filhos do Silêncio. No Ritmo do Coração está concorrendo ao Oscar de Melhor Filme de 2022.

Separe um lencinho e seja feliz com esse filme fofo.

E você, já assistiu? Conta aí nos comentários 😊
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

SOBRE

GEEK TRIP

Agência de viagens especializada em experiências temáticas e imersivas!
Lugar dos apaixonados por Entretenimento e Cultura Pop.

ARTIGOS RECENTES

Chamas da Vingança

Salve Geeks! Hoje vamos falar de
Chamas da Vingança , mais um remake de uma adaptação de um dos livros de Stephen King.
Que ele é um mestre, isso não se discute, já as adaptações de sua vasta obra parecem que nunca agradam muito nem ao próprio mestre. E dessa vez, o que será que rolou?

Leia mais »

O Homem do Norte

Em algumas situações a nossa vivência, nossa experiência e até o nosso sentimento quanto a alguns gêneros ou seguimentos, nos tornam críticos de qualquer forma.
Foi o meu caso quanto ao filme “O Homem do Norte”!
Não vou conseguir passar pano.
Confira o texto completo.

Leia mais »
COMPARTILHE
Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter